A mudança está dentro de nós

“Zifio, ninguém muda ninguém, ninguém salva ninguém, ninguém evolui ninguém. As portas da mudança só serão abertas, se o outro quiser abrir essas portas, senão, não tem como ajudar quem não quer ser ajudado, não tem como dar conselhos a quem não quer ouvi-los. É difícil fio, mas cada um toma as decisões que acha melhor pra si, o que pra suncê parece ser errado, para o outro pode parecer certo, então mesmo que as decisões do outro lhe machuque, são decisões do outro.
Quando nós insistimos em ajudar alguém que não quer ser ajudado, somos nós que no final acabamos precisando de ajuda, porque isso nos machuca, nos desgasta, e então acabamos trazendo os problemas dos outros para nós, vivendo um problema que não é nosso, porque não são nossas escolhas, e sim o que o outro escolheu viver. E mesmo que suncê ainda não consiga aceitar, resta compreender, porque nada acontece sem a permissão de Deus.
Então fio, entenda que suncê não tem o poder de ajudar todo mundo, ninguém tem, principalmente quem se sente bem do jeito que tá. Deixe cada um com suas decisões, com suas escolhas, assim como uma criança que podemos até auxiliar nos seus passos, mas no final, o caminhar só depende dela.”

Livro: Sabedoria de Preto Velho

Toda vez que pensar em desistir
Lembre se que no Cruzeiro das Almas tem um um Preto e uma Preta Velha rezando por você.👵🏽👴🏾

Tenha Fé.

LIÇÕES DO SOFRIMENTO

“Quando você estiver atravessando um profundo sofrimento, procure lembrar de oito princípios básicos da vida:

1 – Não há mal que dure para sempre. Qualquer dor, ou sofrimento que você esteja passando é necessariamente passageiro. Por mais que demore e por mais que o sofrimento pareça eterno, um dia ele sempre terá um fim.

2 – Você não é a única pessoa a sofrer no mundo. Nosso sofrimento sempre parece maior, pois estamos sentindo-o diretamente, em nós mesmos. Mas basta olhar para o lado e ver o quanto cada pessoa no mundo sofre de igual forma, ou até mais gravemente que nós.

3 – Pense que, se o sofrimento fosse menor, ele poderia não ser suficiente para provocar um movimento em você e te tirar do conformismo. No momento em que o sofrimento se torna insuportável, esse limite nos força a tomar uma atitude e a buscar um desenvolvimento. Se alguma parte do seu organismo não começasse a doer fortemente, você não saberia que ele precisa de cuidados, e não buscaria a cura. Da mesma forma, quando há uma enfermidade da alma precisando de purificação interior, é necessário que a dor nos tire da inação e nos mostre o caminho. Logo, não reclame da dor, tome-a como a base de sua transformação e do seu desapego das coisas fúteis e efêmeras.

4 – Tal como uma criança grita e se debate quando toma uma vacina, nós também reclamamos e esperneamos quando Deus nos coloca diante das vacinas doloridas da vida. Da mesma forma que a vacina irá imunizar a criança e evitar doenças futuras, assim também o sofrimento advindo das adversidades da vida tem o poder de imunizar nosso espírito e nos libertar das futuras doenças da alma.

5 – Uma grande lição do sofrimento é que só aprendemos uma coisa quando a realizamos e sentimos. É como o aluno de natação e seu professor. Por mais que o professor explique a teoria da natação, num dado momento o aluno precisará mergulhar na água e se virar sozinho para conseguir nadar. É certo que, em algum momento o professor precisa jogar a pessoa na água, e deixa-la sozinha, para que ela aprenda a nadar pelos seus próprios meios e recursos, sem depender mais de ninguém. Em essência, Deus faz isso para que cada pessoa cresça por si mesma e se torne independente, pois é assim que evoluímos espiritualmente. Por esse motivo, Deus nos coloca num mundo de sofrimento para que, sem nenhuma ajuda nos momentos difíceis, possamos aprender as sagradas lições da vida.

6 – Saiba que, se os sofrimentos da vida fossem simples de serem vencidos, o mérito espiritual seria igualmente simples, e pouco traria de benefícios espirituais para nosso espírito. Quanto maior o sofrimento, maior o mérito em supera-lo, e consequentemente, maior a conquista espiritual. Portanto, não reclame do sofrimento, agradeça a Deus a oportunidade de atravessar uma provação.

7 – Os sofrimentos da vida mundana podem ser comparados aos sofrimentos que passamos na infância. Quando somos crianças, as pequenas tribulações de briguinhas com colegas, lutas por brinquedos, ciúmes dos irmãos, gozações dos meninos, tudo isso parece terrível. Naquela fase esses probleminhas parecem imensos, mas após nosso crescimento e amadurecimento volvemos o olhar novamente à infância e nos damos conta do quão irrisórios e insignificantes eram esses problemas. Os adultos podem até deixar de lado pequenas rixas infantis por descobrirem o seu caráter banal. O que acontece na infância com a visão da fase adulta, é semelhante ao que ocorre na visão do espírito no plano espiritual em relação aos sofrimentos do mundo. Percebemos a sua natureza transitória e sua total irrelevância diante da eternidade da vida espiritual.

8 – E por fim, não se esqueça: Deus nos dá a cruz do sofrimento na medida em que podemos carrega-la. Se Deus desse uma cruz mais pesada do que alguém poderia conduzi-la, ele seria um Deus injusto. Como Deus é a inteligência perfeita e infinita, Ele te conhece muito melhor do que ti mesmo, e sabe que você é capaz de carregar uma pesada cruz. Logo, não reclame da injustiça do sofrimento, tome para si a sua cruz, pois ela foi esculpida pelo carpinteiro cósmico, que conhece tuas forças e sabe que você é capaz de passar pelos labirintos tortuosos da vida e conseguir a sagrada purificação interior.”

(Hugo Lapa)

Salve São Pedro e Pai Geraldo

Dia de alegria! De saudarmos São Pedro e homenagear nosso Pai Geraldo, os dois pescadores.

Em vida, Simão, seu verdadeiro nome, foi testemunha de importantes fatos da vida de Jesus, chegando a negar Cristo três vezes na hora da Paixão. Quando Jesus ressuscitou, Pedro, como foi chamado, confirmou sua fé e se tornou um pregador do Evangelho. A partir de então não seria mais pescador de peixes, mas de homens. 

“Quando São Pedro andou na Terra
Foi um grande pescador
Levava seu barquinho em alto mar
E pedia proteção ao Senhor

Quando Jesus apareceu,
E viu Simão Pedro a trabalhar
Disse – Larga a rede e me acompanha
Que eu te farei um pescador de almas”

Nosso Pai Geraldo…difícil de se falar, tem um jeito único! Quem o conheceu sente saudades e que não o conhece, se delícia com suas histórias contadas pelos Filhos de Mãe Jurema. Era um velhinho que se expressava no olhar, sabia de tudo que acontecia, era observador e rígido, mas sempre acolhendo seus filhos com muito amor.
Batia o pé quando as coisas estavam fora de ordem, puxava as duas orelhas do filho quando era necessário, não fazia rodeios para falar e nem sempre atendia o filho, só quando achava que realmente era necessário. Tinha um colo único que aconchegava com muita ternura, preenchendo seus filhos de esperança e reforçando a fé. Era carinhoso e muito de seus filhos foram batizados de outros nomes; Curumim, Lírio do Campo, “Sá” Isabel, Tesouro, Realmente e outros.
Cuidava de cada filho que entrava e saia da Casa, através do seu olhar atento, ele acenava, mostrando que o filho não estava sozinho.
Ficava feliz vendo seu reino cheio de folhagem e muitos brinquedos a sua volta para as crianças, vendo a alegria estampada em cada rosto. Gostava do Natal, tinha uma árvore só sua e escolhia cada presente que era entregue por suas mãos acolhedoras..

E hoje, dia de São Pedro, homenageamos ele, que foi também um pescador.

Pai geraldo está sempre conosco, olhando e cuidando de cada um, sentado no seu banquinho e com seu cachimbo na mão. Nós não podemos o ver, mas podemos sentir, e ele está nos nossos corações!

Texto: Mariana, Fernanda e Sarubbi.

“Eu caminha na beira da praia e o vento soprou
Eu pude ver a rede sagrada de um pescador (2x)

Calça batida com seu copo d’água
Mão levantada
Vovô rezava
Pedindo a Zambi
Proteção ao Nosso Senhor (2x)

Quisera eu vovô (2x)
Quisera eu poder ver de novo o meu pescador”

E hoje teremos nossa reunião! Venha e participe com a gente. Leituras, pontos cantados e o vídeo em homenagem ao dia de hoje.

Casa de Jurema está convidando você para uma reunião Zoom agendada.

Tópico: Salve S Pedro, Salve Pai Geraldo
Hora: 29 jun 2020 08:00 PM São Paulo

Entrar na reunião Zoom
https://us02web.zoom.us/j/82691154123

Salve a dia de hoje!🙏❤

A vida é uma dança

Em meio às turbulências e dias nublados que estamos enfrentando atualmente, essa mensagem de André Luiz, psicografada por Chico Xavier, funciona como um farol que nos ajuda a manter o rumo em nossa jornada evolutiva. Uma mensagem de otimismo sobre a importância da compaixão e um convite ao exercício da paciência e do amor. Um lembrete sobre nossa verdadeira missão na Terra.

“Embora os caminhos sejam diferentes, estamos todos seguindo na mesma direção, em busca da mesma luz… Somos uma só energia, juntos formamos um imenso tecido de luz”.


Quando uma porta se fecha, outra se abre; quando um caminho termina, outro começa… nada é estático no Universo, tudo se move sem parar e tudo se transforma sempre para melhor.
Habitue-se a pensar desta forma: tudo que chega é bom, tudo que parte também. É a dança da vida… dance-a da forma como ela se apresentar, sem apego ou resistência.
Não se apavore com as doenças… elas são despertadores, têm a missão de nos acordar. De outra forma permaneceríamos distraídos com as seduções do mundo material, esquecidos do que viemos fazer neste planeta. O universo nos mandou aqui para coisas mais importantes do que comer, dormir, pagar contas…
Viemos para realizar o Divino em nós. Toda inércia é um desserviço à obra divina. Há um mundo a ser transformado, seu papel é contribuir para deixá-lo melhor do que você o encontrou. Recursos para isso você tem, só falta a vontade de servir a Deus servindo aos homens.
Não diga que as pessoas são difíceis e que convivência entre seres humanos é impossível. Todos estão se esforçando para cumprir bem a missão que lhes foi confiada. Se você já anda mais firme, tenha paciência com os seus companheiros de jornada. Embora os caminhos sejam diferentes, estamos todos seguindo na mesma direção, em busca da mesma luz.
E sempre que a impaciência ameaçar a sua boa vontade com o caminhar de um semelhante, faça o exercício da compaixão. Ele vai ajudá-lo a perceber que na verdade ninguém está atrapalhando o seu caminho nem querendo lhe fazer nenhum mal, está apenas tentando ser feliz, assim como você.
Quando nos colocamos no lugar do outro, algo muito mágico acontece dentro de nós: o coração se abre, a generosidade se instala dentro dele e nasce a partir daí uma enorme compreensão acerca do propósito maior da existência, que é a prática do AMOR. Quando olhamos uma pessoa com os olhos do coração, percebemos o parentesco de nossas almas.
Somos uma só energia, juntos formamos um imenso tecido de luz… Não existem as distâncias físicas. A Física Quântica já provou que é tudo uma ilusão. Estamos interligados por fios invisíveis que nos conectam ao Criador da vida. A minha tristeza contamina o bem-estar do meu vizinho, assim como a minha alegria entusiasma alguém do outro lado do mundo. É impossível ferir alguém sem ser ferido também, lembre-se disso.
O exercício diário da compaixão faz de nós seres humanos de primeira classe.


Mensagem: André Luiz (psicografia de Chico Xavier)

Não peça Justiça a Xangô , peça misericórdia!

“Não peça Justiça a Xangô , peça misericórdia! 🔥
Ao pedir Justiça para Xangô, esteja preparado para recebê-la!Para se pedir Justiça ao Orixá e Senhor da Justiça, Xangô, a pessoa tem que no mínimo, ser justa e praticar no seu dia a dia os Dez Mandamentos.

Certa noite no final de um trabalho de gira de desenvolvimento, o Caboclo Arranca Toco riscou no chão o ponto de um caboclo da linha de Xangô conhecido por nós como Caboclo Treme Terra e dentro desse ponto colocou uma pedra.
Nessa ocasião, informou a todos da corrente que aquela noite seria a noite da justiça, que ele iria pedir ao seu irmão da linha de Xangô, que intercedesse por todos nós no sentido de buscar a justiça contra todos aqueles que haviam nos traído.
Para fazer o pedido, era simples, qualquer médium poderia se dirigir ao ponto, segurar a pedra nas mãos e mentalmente pedir a Xangô a justiça sobre o que se julgava injustiçado.
Perguntou então a corrente, quem gostaria de ser o primeiro a pedir justiça. Os médiuns mais velhos, conhecedores do rígido caráter do Caboclo Arranca Toco, ficaram quietos em seus lugares, porque sabiam que vinha desse episódio um grande puxão de orelha.
Uma das iniciantes que não o conhecia bem, disse ao caboclo:- Eu quero ser a primeira!Dirigiu-se ao ponto e quando ia tocar na pedra, o caboclo segurou sua mão impedindo que ela tocasse na pedra e lhe disse o seguinte:- Filha, se você tocar nessa pedra, você estará traçando o seu infortúnio futuro!

O caboclo nos deu a lição de que não existe a necessidade de pedir justiça a Xangô, Ele a fará mesmo que você não peça. Explicou ainda que todos que pedem por justiça, na realidade querem a vingança. Se desejam a punição do próximo, é porque alimentam prazer pela possibilidade do castigo que será aplicado em outra pessoa.
O passado não pode mais ser mudado, se algo ruim aconteceu no passado envolvendo você e outras pessoas, tenha certeza que todos desejariam voltar no tempo e corrigir os seus erros. Isso, porém, não pode ser feito. Desta forma, perdoe as ofensas e as traições. Se você é realmente umbandista, você tem a obrigação moral de perdoar qualquer ofensa.
Você foi traído, foi injustiçado, foi roubado, ou lhe fizeram coisas que o magoaram, esqueça-as; confie em Deus, em Xangô e em seus amigos espirituais, porque eles farão justiça por você.
Jamais peça a Xangô a punição de outra pessoa, porque nesse caso você não quer justiça, você quer vingança, sentimento nada típico de um médium ou de um seguidor umbandista.”

Fonte: Desconhecida

Salve Mestre Zalaô e São João Batista

Louvado seja o dia de hoje! Salve nosso orientador espiritual Mestre Zalaô e São João Batista, o precursor de Jesus Cristo. E na Umbanda é nosso Pai Xangô!⚒

Hoje nossa Casa estaria em festa, mas para matarmos a saudade, embreve será exibido um vídeo nostálgico da festa de São João. Vamos relembrar com carinho e amor, nos preenchendo de alegria e esperança para um mundo melhor! Vamos nos manter energizados com as bênçãos divina no dia de hoje! Firma nossos pedidos e desejos ao Pai Xangô, pedindo saúde para essa terra!🙏

E que na fogueira de São João leve embora nossas tristezas, mágoas e medos… Mentalize! A força do pensamento tem poder!

E daqui a pouco teremos uma reunião para celebrarmos esse dia!

Venha participar conosco!!!

Casa de Jurema está convidando você para uma reunião Zoom agendada.

Tópico: Salve São João Bastita, Salve Mestre Zalaô
Hora: 24 jun 2020 08:00 PM São Paulo

Entrar na reunião Zoom
https://us02web.zoom.us/j/86190832761

DEUS TE DÁ AS PROVAS

Boa tarde filhos de Mãe Jurema!🌻

Estamos passando por um período de reforma íntima, tempos de mudança e reflexões para as situações que estão ocorrendo no nosso mundo. Mas por que tudo isso? O que Deus quer nos mostrar? São muitas perguntas..Mas apenas nós mesmos no nosso íntimo conseguiremos responder! A vida nos ensina a cada dia. Por isso devemos estar sempre atentos e buscar nossa evolução aqui na terra! Não estamos em vão..Somos espíritos encarnados que viemos com missões. E precisamos descobrir elas ao longo da nossa caminhada! Que não acaba nessa vida..pois ela é eterna!

Por acaso lendo uns textos na internet, achei um muito bom da página “Espiritualidade é amor” no Facebook. Espero que gostem da leitura!

Que vocês fiquem com Deus e sempre junto com a espiritualidade. Nunca estamos sozinhos! Força e fé!🙏❤

“Eu podia ter evitado o sofrimento dela”, dizem alguns.

“Eu não devia estar passando por esse problema”, dizem outros.

“Eu não queria estar passando por essa doença”.

Diante dessas declarações, cabe uma reflexão.

Todos concordam que Deus é perfeição…

Então, se Deus é perfeição, vocês acreditam mesmo que Deus permitiria que uma pessoa vivesse uma experiência da qual não precisa viver?

Não, isso seria impossível, sem sentido, sem lógica.

Se Deus é infinitamente perfeito, Ele jamais permitiria que uma pessoa experimentasse algo de que não precisa.

Isso significa que se a pessoa está vivendo um problema, é justamente esse problema que ela precisa viver, nem mais nem menos.

A matemática divina é perfeita. As pessoas costumam acreditar que o que acontece na Terra, dentro do mundo humano, não tem relação nenhuma com Deus e com a perfeição divina.

Esse é um grande erro. Se Deus é onipresente, está em todos os lugares. Se está em todos os lugares, Deus está também no problema e na solução. Deus está na doença e na cura. Deus está na experiência desagradável que é uma prova para nossa elevação espiritual.

Portanto, nada poderia ser diferente do que foi ou do que é… Tudo transcorre como deveria transcorrer… Não existe injustiça no cosmos infinito. Deus está em tudo e tudo o que acontece é uma manifestação da perfeição divina.

Acaso Deus poderia ser uma consciência distante, separada e totalmente alienada do que ocorre na Terra com os seres?

Esse Deus divorciado da humanidade, distante, que vive lá longe no céu, ou fora do universo, que não tem nada a ver com o mundo e a vida de cada pessoa… Esse Deus não existe. Se esse Deus existisse, ele não seria Deus, pois se Deus é infinito, ele não tem limites… se ele não tem limites, ele precisa necessariamente estar em todos os lugares e em todos os tempos. Aqui e agora, para sempre…

Deus está em nossas provas, em todas as experiências que vivemos… Nada escapa da anuência e da presença divina.

Acaso acreditamos que Deus não sabe o que ocorre conosco? Claro que sabe… ele sabe tudo de todos… e tudo de tudo.

Se você atravessa uma provação, é disso que você precisa… e foi Deus que te colocou ali.

Se Deus te colocou ali, é porque essa experiência é a melhor para te libertar e te elevar.

Nada é por acaso… tudo tem um porquê.

Vamos agradecer as provas… e vive-las intensamente, sem fugir delas, pois é Deus que está te dando as provas para que você possa se purificar.

Texto de Hugo Lapa