Suspensão da sessão de 10/04/2017

Bom dia, irmãos. Em virtude dos acontecimentos recentes no entorno do Engenho Novo e Lins, julgamos por bem suspender a sessão do dia 10/04/2017.

Iremos nos reunir em mente e prece pontualmente às 20:00, na vibração de nossas Santas Almas Benditas, pedindo proteção para todos nós e mais Paz de espírito para nosso povo.

Que os nossos Pretos e Pretas Velhas recebam nossa súplica e que a Paz prevaleça sobre o mal da intolerância e violência.

Por que sou da Umbanda? – Autor desconhecido

POR QUE SOU DA UMBANDA?
Porque Exú me ensinou que se desejamos algo, temos que conquistar!
Porque a Pombagira me ensinou que o melhor amor não é amarrado!
Porque os Baianos me ensinaram que a felicidade é uma permissão que temos que nos dar!
Porque os Marinheiros me ensinaram que mesmo que a vida balance, o naufrágio só acontece se não nos mantermos firmes!
Porque os Boiadeiros me ensinaram que só os verdadeiros amigos permanecem ao nosso lado!
Porque os(as) Pretos(as) Velhos(as) me ensinaram que arrogância não nos leva a caminho nenhum que seja bom!
Porque os Eres me ensinaram que a fé é o único sentimento puro que existe!
Porque Pai Obaluaê/Omolu me ensinou que não existe sofrimento em recomeçar tudo outra vez!
Porque Ogum me ensinou que não se vence batalhas com guerra!
Porque Iansã me ensinou que se vence as tempestades da vida com a cabeça erguida!
Porque Oxum me ensinou que o amor vale mais que o ouro!
Porque Xangô me ensinou a confiar na justiça divina e não na justiça errante!
Porque Iemanjá me ensinou a acolher as pessoas, e não a fugir delas!
Porque Oxossi me ensinou que a coragem é o suficiente para realizar os sonhos!
Porque Nanã me ensinou que a paciência nos faz chegar mais rápido e com mais certeza em nossos objetivos!
Porque Oxalá me ensinou que para ser bom, não se precisa ser santo, mas que eu não faça nada que vá contra uma outra pessoa!
Porque Olorum me ensinou que ele não tira nada de ninguém, nem mesmo se for para dar algo melhor! E que o que conquistamos é mérito nosso, fazer permanecer conosco é outro mérito! E que se for por nosso merecimento Ele nos dará muitas coisas sem tirar nada do que já possuímos!
POR QUE SOU da Umbanda?
Porque minha religião não faz discriminação, ela não mede nossa fé pela quantidade.
Porque ela não faz comparação entre os membros participantes, porque dentro do terreiro somos uma família unida na fé!
Por isso sou da Umbanda.
(Autor desconhecido)

Definição de Umbanda e a Ética dos seus Sacerdotes – por Sidney de Moraes

Umbanda é coisa séria para gente séria“, já dizia o Caboclo Mirim.
A todos os médiuns e trabalhadores de Umbanda, cabe a missão de receber irmãos, muitas vezes em agonia e desolação, para ajudar-lhes a reencontrar o passo, o rumo. Isso implica em dizer que nossas casas de Umbanda possuem três funções primas e essenciais. Elas são ao mesmo tempo: templos, hospitais e escolas.

Continue lendo…

Sou lixeiro… Sou doutor… – Por Augusto Ventura

Nós, da seara Umbandista, precisamos compreender nosso papel. Não apenas na seara, mas no mundo. O tempo todo nos perguntamos: como posso me tornar um bom médium? Como desenvolver minha mediunidade? Mas será que em algum momento, nos questionamos: por que sou médium? Qual o meu papel na mediunidade?

Vivemos uma época em que a espiritualidade não precisa mais de nós, médiuns, para trabalhar através de nós. Eles precisam de parceiros que os auxiliem, não apenas dentro do terreiro, mas no dia a dia. Que os auxiliem a aliviarem as mazelas de todos os nossos irmão, dentro ou fora do terreiro. Afinal, como diria meu querido Pai Francisco, “o nosso terreiro é a rua, a vida”.

Segue um texto bem interessante que servirá para mais uma reflexão: qual o nosso verdadeiro papel na Umbanda?

Continue lendo…