🍽 Fotos da feijoada 2019

E a nossa feijoada foi um sucesso!
Nosso Chef e amigo Sérgio Cajaraville preparou um feijoada maravilhosa! O que ela estava de bonita, estava de saborosa. Parabéns pra você e a nossa equipe da cozinha.

Agradecemos à todos pelo apoio/ajuda aos que puderam estar presentes tanto físicamente como de coração. Vocês fizeram dessa linda confraternização um sucesso! Foi um domingo delicioso com reencontros de pessoas queridas, repleto de alegria e amor.

E lembrando que hoje teremos sessão de Pretos Velhos às 19h. E estaremos vendendo alguns doces da feijoada na cantina. Quem não teve a oportunidade de comer bolo formigueiro, quindão, doce de banana..aproveitem!!!

A Casa de Jurema agradece o carinho. 🌻

O QUE É O FUNDAMENTO?

Tudo é energia, e a Umbanda sabe muito bem como manipulá-la. Para que a gira ocorra, é preciso se preparar para ela, tanto espiritual quanto materialmente. O fundamento é a ciência que nos orienta como proceder a fim de que o axé seja abundante e circule livremente no terreiro.

Este apoia-se em seus assentamentos, nos pontos cantados e riscados, na formação da corrente, na preparação dos médium e dirigentes, nas folhas, rezas, entre outros elementos e ritos. O que embasa o que será utilizado e por qual razão é o fundamento.

Neste sentido, o fundamento é conjunto de saberes que foram nos deixados pelos nossos ancestrais e pela espiritualidade. É este conhecimento que nos assegura que a casa está bem protegida e apta a lidar com as diferentes formas de energia.

A Umbanda é uma religião que apresenta uma enorme diversidade e também possui variados fundamentos. Todo terreiro possui sua doutrina, sua tradição e suas raízes e isto indicará para ele quais são os elementos necessários para o bom funcionamento da gira.

É por esta razão que observamos, entre as diferentes regiões do Brasil, grande divergência entre suas práticas. Isto porque cada Pai ou Mãe de Santo aprendeu com seus mais velhos e com os guias o que consideram essencial ou dispensável dentro do terreiro. São conhecimentos diferentes, fundamentos diversos, formas peculiares de utilizar as vibrações do astral.

Ensinam as tradições religiosas que existe uma energia que permeia todo o universo, conhecido por muitos nomes: prana, fluído cósmico universal, mana, éter, ki, força universal, e, no nosso caso, axé. Esta vibração é produzida, canalizada e diferenciada por meio dos fundamentos do terreiro.

Quando, por exemplo, é realizada uma firmeza para o Orixá Oxóssi, utilizando-se de velas, ervas, bebidas, frutas ou flores, ofertado num local da natureza compatível, em um determinado dia da natureza, seguido de rezas e cânticos adequados, é um conhecimento que orienta todas estas práticas. Este pequeno rito permite movimentar um parcela da fluído universal, manifestado através da vibração do Orixá Oxóssi, e direcionar esta mesma energia para um objetivo previamente estabelecido.

Entretanto, não é somente com energias e vibrações que a Umbanda lida, e sim com toda sorte de espíritos, desde os mais necessitados de luz quanto os mais adiantados guias espirituais. O fundamento, mais uma vez, vem dar-nos as bases para bem se relacionar com eles.

Há, além disso, os segredos, fundamentos que não podem ser ensinados a qualquer pessoa, sem que este mostre-se maduro e compromissado com o axé. À medida que você avança na senda da espiritualidade, cresce a sua compreensão do mundo espiritual, assim como a confiança do astral em você para passar certos conhecimentos. Por esta razão, por mais que a cada dia surjam novos cursos para formação de médiuns e sacerdotes, nada substitui a vivência pessoal no terreiro.

O respeito ao fundamento é necessário devido o tipo de trabalho realizado pela Umbanda. Não é à toa que ela foi chamada, nos tempos de Zélio de Moraes, de “Linha Branca de Umbanda e Demanda”. A Umbanda, mais do que apenas doutrinar e aconselhar, lida e combate as mais densas energias que habitam o baixo astral. E para isso, é preciso estar preparado.

Saravá a todos!

Umbanda com simplicidade