Festa de Iemanjá e da Cabocla Jurema

Amigos da Casa de Jurema,

Quem foi a nossa festa no último dia 15 de Agosto ao ver essas fotos vai lembrar a energia daquele dia. A festa foi linda e emocionante! Que a Luz de Iemanjá e Mãe Jurema esteja sempre presente em nossas vidas.

Anúncios

Pontos da Casa de Jurema – Iemanjá e Jurema


Iemanjá


Brilhou, brilhou, brilhou, brilhou no mar, 
o manto da Nossa Mãe Iemanjá. 
Brilhou, brilhou no mar, 
o manto da Nossa Mãe Iemanjá! 
Ô sereia, sereia,
Ô sereia que nada no mar.
Ô sereia que nada no mar,
Ela é filha de Iemanjá.
Eu sou filho de Yabá,
Yabá é minha mãe.
A Rainha do tesouro,
E Adofiaba no fundo do mar.
Adofiaba no fundo do mar,
Adofiaba no fundo do mar.
Soltei o barco n’água para navegar,
Pedi licença primeiro à nossa Mãe Iemanjá.
Iemanjá, Iemanjá, Iemanjá.
Quem manda nas águas verdes
É nossa Mãe Iemanjá.
Odofiaba! É no fundo do mar.
Odofiaba! É no fundo do mar.

Cabocla Jurema


Eu vi as sete rosas brancas,
No colo de Mamãe Iemanjá.
Eu vi uma Cabocla de Pena.
Era Mamãe Jurema nas ondas do Mar.
Jurema, Jurema
Jurema, filha de Tupinambá
Jurema, Jurema 
Jurema, filha de Tupinambá.
Jurema quando saía da aldeia,
Saía na Lua nova, voltava na Lua Cheia.
Com os braços carregadinhos de flores.
Oh, Meu Deus!
Quantos amores pros filhos da Jurema.
Ô, Juremê! Ô, Juremá!
Na sua aldeia ela é Jurema,
É a mais linda cabocla de pena.
Na sua aldeia, lá na Jurema,
Não se faz nada sem ordem suprema.
Quando tem festa lá na sua aldeia,
Até a Lua vem iluminar.
E os seus filhos com muito amor,
Mamãe Jurema eles vêm saudar.
Eu vi Jurema brincando com as estrelas.
Estrela D’Alva iluminando o reino dela.
Ela vem das matas, onde brilha o luar.
Salve a Jurema,
Salve Oxum, salve Iemanjá.